Projeto Genoma – Parte 2

De posse dos resultados do segundo lote de testes, já temos 11 resultados, sendo o lote 1 com 5 amostras e analisados em novembro/2020. O lote 2 tem 6 amostras e resultados publicados em maio/2021.

Os resultados do lote 1 são bem semelhantes entre si e o mesmo acontece com o lote 2 mas, quando comparamos os dois lotes vemos uma grande diferença: “novas raças” na composição e um aumento no supermutt.

Estamos tentando entender essas diferenças. Mandamos alguns emails para a Embark, conversamos com veterinários e biólogos, alguns discussões num grupo de Old Time Scotch Collie dos EUA, pesquisas…

Primeiro vamos entender o princípio básico desta técnica usada para identificar a composição dos cães. Bom, o teste é automatizado e executado por um computador, depois que o sequenciamento do DNA é concluído ele é comparado com um banco de dados de referência, que tem uma sequência de DNA tida como padrão para cada raça. Chega-se a este padrão de referência após testarem muitos cães sabidamente e atestados como sendo uma raça. E mesmo assim, mesmo dentro de uma raça conhecida, sempre há variações, afinal cada cão tem sua genética única.

Aqui o Ovelheiro Gaúcho tem um ponto negativo. Até onde sabemos, apenas estes 11 cães foram testado, logo, no sistema da Embark ainda não existe um padrão de referência de DNA para a raça.

Como é um sistema computacional que faz este sequenciamento do DNA e comparação por referência, e se este sistema passar por uma atualização? Ao se rodar amostras antigas talvez os resultados não sejam totalmente iguais! Especialmente em resultados com porcentagem baixa.

Quanto ao ponto da porcentagem baixa, não devem indicar uma acurácia alta. Em geral, resultados inferiores a 10% tendem a ser mais duvidosos. Pequenos valores representam uma pequena porção de DNA. Sabemos também que muitas raças possuem ancestrais comuns, portanto, quanto menor a porcentagem maior a chance destes genes serem a parte comum de várias raças diferentes que descendem de um ancestral comum.

Por fim, agrupamos os resultados do lote 1 de Collie e Collie Scottish Type, como apenas Collie, “padronizando” com lote 2. Desta forma os resultados começam a ficar mais homogêneos e confirmando a origem do ovelheiro a partir dos antigos Collies! Reparem a linha verde na tabela onde somamos os resultados de todos as raças que podem ser consideradas descendentes dos antigos Collies: Collie, Border Collie, Pastor de Shetland, Pastor Australiano e Kollie.

O Cimarron e o Boxer são cães pertencentes ao grupo 2 na seção dos molossos, mesma classificação do Cão da Serra Estrela, um cão português que se acredita ter contribuído para a formação do Ovelheiro (quantos Cão da Serra Estrela a Embark tem testado em seu banco de dados? Já tem um sequenciamento referência?). Alias acredita-se que o Cimarron descenda de cães trazidos pelos colonizadores portugueses e espanhóis. As porcentagens são pequenas e poderiam entrar no caso da falta de acurácia na determinação de uma raça para uma pequena amostra da sequência de DNA.

* Cães cuja origem é a mesma, os antigos Pastores Escoceses (Collies?) ** Supermutt: traços mínimos de DNA, pode ser comum a várias raças
Arvóre geneálogica de alguns dos cães testados
CãoFotoComposição
Koda
Embark
Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é koda-1.jpeg33,9% Collie
30,6% Collie Scottish Type
9,3% Pastor Australiano
7,1% Pastor de Shetland
4,1% Cimarron Uruguaio
Dakota
Embark
Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-1.png34,5% Collie Scottish Type
32,9% Collie
7,8% Pastor de Shetland
7,0% Pastor Australiano
5,4% Cimarron Uruguaio
Ozzy
Embark
Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é nqlqagvqbcphb0pambhs34,7% Collie
15,1% Border Collie
14,2% Collie Scottish Type
9,3% Pastor de Shetland
4,7% Cimarron Uruguaio
Bia
Embark
Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é mvw8850jysrjuuhpsnjn51,0% Collie Scottish Type
28,1% Collie
6,1% Pastor de Shetland
Fanta
Embark
31,4% Collie
28,9% Collie Scottish Type
9,0% Pastor de Shetland
8,2% Cimarron Uruguaio
Teca
Embark
34,1% Collie
22,5% Border Collie
7,7% Pastor de Shetland
7,7% Koolie
6,0% Pastor Alemão
4,4% Boxer
Haragano
Embark
56,6% Collie
9,9% Pastor Alemão
Maia
Embark
54,9% Collie
8,4% Pastor Alemão
Gannicus
Embark
47,8% Collie
14,3% Koolie
8,6% Pastor Alemão
Ragnar
Embark
49,1% Collie
10,7% Border Collie
10,3% Pastor de Shetland
5,7% Pastor Alemão
4,9% Dalmata
Charrua
Embark
56,3% Collie
9,9% Pastor Alemão
9,7% Border Collie
5,8% American Pit Bull Terrier
5,6% Dalmata
Exames realizados no laboratório Embark/MyDogDNA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: